As blasfemias de Lutero

16/03/2014 13:21
As blasfemias de Lutero
 
Fonte: Monfort
 
Lutero disse realmente muitas blasfêmias sobre Cristo. Em suas "Conversas à Mesa" [Tischreden, em alemão] -- que eram anotadas por seus admiradores e que foram editadas em forma de livro, Lutero dizia as piores coisas sobre Deus e Cristo. Passo-lhe o texto de Lutero tal qual foi publicado no livro dele "Conversas à Mesa" (perdoe-me citar essa blasfêmia, mas é para que se conheça quem foi Lutero):
 
"Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: "Que fez, então, com ela? " Depois, com Madalena,depois, com a mulher adútera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer" (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).
 
 
Noutra ocasião, Lutero blasfemou contra Deus, ao dizer que Deus age como louco ou como muito tolo: "Deus est stultissimus"( Lutero, Conversas à Mesa, ed Weimar, N* 963, Vol. I , p. 487. Apud Franz Funck Brentano op. cit. p. 147).
 
Doutra vez, ao falar Lutero do destino, ele culpava Deus por todos os crimes , e dizia que Judas não podia deixar de trair Cristo, nem Adão tinha liberdade para não pecar.Considerando que era Deus que determinava os pecadores a pecar, Lutero concluia dizendo "Deus age sempre como um louco" (Franz Funck Brentano, Martim Lutero, p. 111).
 
Recentemente foram descobertos os cadernos pessoais de Lutero. Eles foram estudados pelo Padre Theobald Beer que publicou um livro sobre eles. Nesse cadernos, Lutero afirma que Cristo é, ao mesmo tempo, Deus e o diabo, o bem e o mal. Ora, isso caracteriza Lutero tipicamente como dualista gnóstico, e explica todas as suas doutrinas mais delirantes.
 
Pergunto como os protestantes seguem Lutero, apesar dessas loucuras e blasfêmias. Respondo-lhe dizendo que, em geral, os protestantes comuns desconhecem os escritos de Lutero.
 
Os poucos Pastores que se dão ao trabalho de ler os escritos do heresiarca fundador do protestantismo procuram ocultar tais frases do seu primeiro mestre.Por isso, quando conheço algum protestante, procuro sempre recomendar que ele leia o que escreveu Lutero. Isso muitas vezes faz com que eles abram os olhos sobre a maldade do fundador do protestantismo.
 
MAIS BLASFEMIAS:
 
Este ensinamento cabalístico e gnóstico é que transpareceu no pensamento de Lutero, quando o fundador do Protestantismo escreveu: "Moisés é um homem péssimo, servo do Deus do mal". (Lutero Tischredden -- "Conversas à Mesa" , n* apud Franz Funck Brentano, Martinho Lutero, ed. p. )
 
Ou ainda: "Todos os mandamentos devem ser abolidos. São mandamentos de Satanás" (Lutero Tischredden, -- Conversas à Mesa, apud F. F. Brentano, op cit. p. ).Se você quiser mais algumas afirmações de Lutero contra toda a moral, veja mais estas: "A lei não pode dar senão a morte. Ela não é boa nem útil, mas simplesmente nociva. No seu fundo, ela não é senão morte e veneno" (Dictionnaire de Théologie Catholique,"Luther", p. 1242).
 
"Quanto a Moisés, tende-o por suspeito, como o pior dos heréticos, um homem excomungado e danado, que é pior ainda que o próprio diabo; é o inimigo do Senhor Jesus Cristo" (Rohrbacher, Histoire Universelle de l'Église Catholique, tome XII, 4eme ed, Gaume Freres et J. Duprey Ed., Paris, 1866, pag. 147).
 
"Não aceitamos Moisés, ele só é bom para os judeus; não nos foi enviado por Deus" (Propos de Table no. 356, Funk Brentano, Lutero, pág. 190).
 
"Se te falam de Moisés para te constranger a aceitar-lhe os mandamentos, responde-lhes atrevidamente: Vai falar de teu Moisés aos judeus! Não sou judeu, deixe-me em paz!"(F.Brentano, pág. 190).
 
       Veja quem é o fundador do protestantismo, um louco e nada mais.

—————

Voltar