25- O erro protestante de rejeitar a maioria dos Sacramentos

04/03/2014 10:07

A maioria das seitas protestante tem somente dois sacramentos.

Não explicitarei aqui o que eles rejeitam, mas mencionarei o sacramento do matrimonio.

A união de um homem e uma mulher em matrimonio é um ato Sagrado, visto que não é feito somente entre eles mas em trio cooperativo com Deus. A Sagrada Escritura é clara ao dizer que a união é para sempre, sem ser quebrada por caprichos e enganos. De qualquer forma, as seitas protestantes consistem no divorcio ignorando mais ainda a Sagrada Escritura.

" Por isso o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne. " (Genesis 2:24)

Porque os protestantes dividem a "Uma Só Carne" pelo meio do divórcio?

Até porque é Anti-Deus e Anti-Biblia.

Um matrimonio valido aos olhos de Deus é indivisivel:

" Os fariseus vieram perguntar-lhe para pô-lo à prova: É permitido a um homem rejeitar sua mulher por um motivo qualquer? Respondeu-lhes Jesus: Não lestes que o Criador, no começo, fez o homem e a mulher e disse: Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher; e os dois formarão uma só carne? Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, não separe o homem o que Deus uniu. "

Mateus 19: 3-6

Se o "Um Só Corpo"é dividido pelo homem, o que resta? Duas metades separadas?

Interpretando textuamente a Sagrada Escritura com a mentalidade Protestante, é isso que restará. De qualquer forma, aos olhos de Deus, os dois ainda estão casados até que a morte os separe.

Nota do autor do site:

Um exemplo claro do que disse Bob Stanley acima é o caso da Vice- Governadora e que depois chegou a governar alguns meses o estado do Rio de Janeiro que saiu da seita onde "congregava" e passou a "congregar" em outra porque queria viver com um homem casado e a seita anterior não aceitava segundas núpcias. Não houve problema algum; ela passou a "congregar" em uma seita que aceitava, em uma seita onde as "verdades" pessoais da maior parte dos membros não condenavam segundas núpcias. A seita original ("Assembléia de Deus") não a condenou; para eles ela continua sendo uma "evangélica", mesmo "congregando" alhures.

Realmente os protestantes fieis a Biblia mostram desconhecer ou nao querer segui-la como dizem fazer, nao é?

—————

Voltar